Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

domingo, 31 de agosto de 2008

É de doer!

Eu, nos meus quase dez anos como estudante (entrei na escola com cinco anos e meio) já ouvi as bobagens mais cabeludas da boca de professores e colegas. Então, numa espécie de seleção de pérolas, resolvi compartilhar com vocês essas declarações hilárias. Preparem-se para rir, porque lá vai:
1- Prova de História: “Defina quilombos”. Resposta: Quilombos eram calombos que os escravos tinham nas costas de tanto apanhar. Comentário: Por que tinha que ser só nas costas? Não havia calombos em outro lugar? Na verdade, quilombos eram as comunidades de negros que fugiam das fazendas onde eram explorados.
2- Estudo antes da prova de Literatura: O movimento literário que sucedeu o Trovadorismo foi o Renascentismo. Comentário: Renascentismo? Affff... Em primeiro lugar, o movimento literário que sucedeu o Trovadorismo foi o Humanismo. E não existe essa aberração da língua que foi citada acima, mas existe o Renascimento. Erro duplo!
3- Queixa de colega: Estudar Grécia e Roma é muito chato, porque eu gosto de História só quando chega na Europa. Comentário: E onde será que ficam Grécia e Roma para minha colega? Ela teria sido mais feliz se tivesse citado o fato histórico.
4- Aula de Literatura: Professor: Mas os portugueses, como diz o ditado, deram um passo... Colega: à frente! Eu, corrigindo a colega: maior que a perna. Comentário: é duro não saber nem ditado popular! Deram um passo maior que a perna.
5- Prova de Ciências: “Explique a hérnia de disco”. Resposta: Hérnia de disco é uma doença e DJ, e é causada quando alguém vai a muitas festas e ouve muitos discos no voluma máximo. Uhuu! Comentário: Resposta criativa, embora o ‘uhuu’ do final tenha soado meio esquisito. Mas a hérnia de disco é causada pelo esmagamento dos discos de cartilagem que ficam entre as vértebras, quando uma pessoa carrega muito peso, por exemplo. O disco tende a se espalhar, saindo da região normalmente ocupada por ele, causando fortes dores e até a paralisia.
6- Prova de Geografia: “O que foi o Projeto Calha Norte?” Resposta: Foi um projeto social para desencalhar as mulheres da Amazônia. Comentário: Outra resposta criativa, mas o Calha Norte consistia na implantação de bases militares e aeroportos nas regiões da Amazônia que fazem fronteira com outros países, para dificultar conflitos entre empresas, garimpeiros e índios e reduzir o contrabando de minérios. Porém, esse foi mais um projeto que não deu certo.

Por último, mas talvez as duas piores, já que vieram de um professor:

7- Frase em um vídeo: “El camino se hace”. Tradução do professor: O caminho se abre. Comentário: Quem ele pensa que é? Moisés, abrindo o Mar para seu povo passar? Até eu, que nunca fiz uma aula de espanhol, saquei que a tradução é “o caminho se faz”.
8- Dando palpite em matéria de História: “Porque AI-5 significa Ato Inconstitucional n° 5.” Comentário: Por que os militares, que estavam mandando e desmandando durante a ditadura, fariam algo inconstitucional? O certo é Ato Institucional, que é uma emenda à Constituição que não precisa de tanta “burocracia”para ser aprovada.

Confesso que essa última doeu muito em mim quando eu ouvi. Enfim, espero eu tenham gostado e tenham aprendido o que NÃO falar ou escrever na escola.
Até a próxima,
Lê.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...