Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Alta Sociedade / High Society (1956)

É preciso um trio de peso para fazer frente aos protagonistas da primeira versão da história, levada às telas em 1940 com o título “Núpcias de Escândalo / The Philadelphia Story”: Katharine Hepburn, James Stewart e Cary Grant. O elenco foi, de fato, esplêndido: Grace Kelly, Frank Sinatra e Bing Crosby. Embora charmosos ao extremo, eles não conseguiram chegar ao nível das três lendas das décadas de 30 e 40, embora façam um espetáculo digno de nota.
A socialite Tracy Lord (Grace) está prestes a trocar alianças pela segunda vez. Seu casamento é de interesse público, por isso dois repórteres (Frank e Celeste Holm) são enviados para cobrir a cerimônia contra a vontade da noiva. O charme do personagem de Frank, Mike Connor (interpretado por James Stewart no original), desperta a paixão de Tracy, que tem mais alguns empecilhos: o ex-marido C. K. Dexter Haven (Bing aqui, Cary Grant em 1940) e sua irmãzinha palpiteira Caroline (Lydia Reed). Tracy fica dividida entre Dexter, Mike e seu futuro marido que, de longe, é o que tem menos chances de conquistar o coração da moça.
Frank e Bing emprestam todo seu carisma e suas belas vozes para dar um toque todo especial aos seus galantes personagens, chegando muito perto das interpretações de Stewart e Grant, igualmente adoráveis, mas nem um pouco afinados. Veja e ouça, por exemplo, como James Stewart entoa “Over the Rainbow” na versão original, bêbado e carregando Kate Hepburn no colo.
A música e o colorido são grandes destaques, pois não estavam presentes na primeira versão. Com músicas de Cole Porter que ajudam a dar fluidez à trama sem atrapalhá-la, o filme abusa dos talentos musicais. Além de Crosby e Sinatra, há a ilustre presença de Louis Armstrong, um gigante da música americana que interpreta a música homônima ao filme. Fica a cargo de Bing a romântica “True Love” com Grace e Sinatra brilha em um dueto com Celeste Holm no empolgante número “Who wants to be a millionaire”. 

A interpretação de Grace Kelly, de malas prontas para tomar seu posto como princesa de Mônaco, tem várias falas e momentos idênticos aos de Hepburn. Usando seu real anel de noivado, ela assume um papel pensado inicialmente para Elizabeth Taylor. É a segunda vez que ela trabalha com Bing Crosby, tendo sido a primeira o filme pelo qual ganhou seu Oscar, “Amar é Sofrer / The Country Girl” (1954). Elegante e bela como sempre, Grace não consegue, no entanto e em minha humilde opinião, se aproximar da performance de Katharine. Ambas viveram de certo modo a realidade de Tracy Lord, mas é a ruiva que incorpora melhor sua personalidade (ou talvez lhe empresta sua própria personalidade?).   
A história surgiu como uma peça de Philip Barry e foi estrelada nos palcos da Broadway por Katharine Hepburn, que comprou os direitos da peça e mais tarde vendeu-os para a MGM com a condição de que ela fosse a protagonista, tornando o filme de 1940 o pontapé inicial para o renascimento de sua carreira. Neste ano o filme levou os prêmios Oscar de Melhor Roteiro e Melhor Ator para James Stewart. Com diálogos afiados, talvez o original seja de fato bem superior ao seu remake, mas justiça seja feita: “Alta Sociedade” é entretenimento de altíssima qualidade.

16 comentários:

Gilberto Carlos disse...

Todo mundo elogia esse filme. Preciso assistí-lo...

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Claro que prefiro NÚPCIAS DE ESCÂNDALO, mas não nego que ALTA SOCIEDADE é um show sofisticado e divertido. Maravilhoso. O jazz de Armstrong, o dueto Crosby-Sinatra, a beleza de Grace, a interpretação de Celeste Holm... Um ótimo musical.

O Falcão Maltês

Carla Marinho disse...

Post indicado nos melhores da semana.

http://blogsdecinemaclassico.blogspot.com/2011/11/links-da-semana-de-7-1311.html

Lê, cadê teu facebook? manda noticias. beijo

Crafito disse...

Como sou um alienado não assisti ainda mas já havia ouvido falar.

Sou fã de Sinatra então vou tentar ver essa sua recomendação.

Obrigado e parabéns pelo blog!

Cleide disse...

Excelente blog!!!!!! Parabéns...
Beijosss

Maria selma disse...

Leticia,vim agradecer sua visita no Chá da tarde e vim conhecer seu espaço que achei muito bom,com mais tempo virei ler seus postes e saber um pouquinho mais sobre filmes...Já estou seguindo,,,
Venho tbém convida-la a participar do Chá de Literatura,aceitas?terei imenso prazer em divulgar seu livro,,,
Aguardo sua resposta,,,
se quiser entrar em contato comigo no meu blog no topo da página,,,
beijos de luz

Amandio disse...

Fiquei curioso em assistir o filme vou ver se tem no youtub.
OBRIGADO POR VISITAR E COMENTAR O BLOG CLUBE DOS NOVOS AUTORES.
Amandio relações publicas clubdosnovosautoresblogspot.com
Um abraço

Marco Antonio disse...

Boa noite.
Gostei muitoso seu blog, parabéns, muito criativo, já estou seguindo, se puder e gostar segue o blog:

Devorador de Letras: Promoção AINDA NÃO TE DISSE NADA - O Blog Devorado... http://devoradordeletras.blogspot.com/2011/11/promocao-ainda-nao-te-disse-nada.html?spref=tw


Abçs!!

Pollyanna disse...

Oi!
Visitando alguns Blogs, encontrei o seu! Seguindo)))
Aproveitando para te convidar para conhecer o Blog e participar da Promoção: http://pollymomentos.blogspot.com/2011/11/promocao-200-seguidores.html
Abraços...

Sara Lupeti disse...

Gostei , o título é genial... Seguindo, Parabéns pelo blog!

Confira o meu Mundo....
"O Mundo De Sara Lupeti"

http://saralupeti.blogspot.com/

Mari ♥ disse...

Ah já ouvi muito sobre esse filme rs
Quero assistir
Oi estava visitando alguns blogs e encontrei o seu blog adorei...
Já estou seguindo

http://marifriend.blogspot.com/
@Storieandadvic
Espero sua visitinha, adoraria que você seguisse também.
Beijo

Ligia Lannes disse...

adorei seu blog e dicas
retribuindo
beijinhos
http://cembatons.blogspot.com/

• Ӗwerton Ľenildo. disse...

Nossa adorei hahahaha

Tenho que ver esse filme! Parabéns.

http://papeldeumlivro.blogspot.com/

Abraços .

mariana prudêncio andreto disse...

Passando pra retribuir a visita e pra dizer que amei aqui,tudo muito perfeito *-*

David C. disse...

Grace Kelly lindisima.

Rubi disse...

Lê; prepare-se para um comentário gigante. HAHAHA Vamos lá. O Frank Sinatra foi o primeiro cantor (antigo) que eu ouvi. E isso graças a parceria dele e do Bono Vox do U2. A partir daí fui conhecendo outros artistas; dentre eles o Bing Crosby. Me encantei com os dois, tanto que comecei a pesquisar sobre a vida de cada um. Acabei encontrando este filme por acaso. Pensei, será que é bom? Assisti. Fiquei encantada. Este trio é simplesmente fantástico. De todas as músicas Well, Did You Evah é a minha preferida. Um filme inesquecível... indispensável!

Ótimo post!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...