Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

As três noites de Eva / The Lady Eve (1941)

Em 1941, aos 36 anos, Henry Fonda exibia sua melhor forma. De fato, ele nunca esteve tão bonito quanto neste filme. Não é de se espantar que várias mulheres estejam atrás dele, como Barbara Stanwyck narra, vendo a cena através do reflexo de um espelho. Apesar disso, apenas duas mulheres, que na verdade são uma só, duelam por seu amor nesta deliciosa comédia.
Charles Pike (Fonda) é um biólogo apelidado de “chopinho” (“hopsy” no original) devido aos negócios do pai, sócio de uma cervejaria e muito rico. Ele é um dos primeiros nerds do cinema, inteligente porém desajeitado. Assim, torna-se presa fácil para os golpistas “Colonel” Harry Harrington (Charles Coburn) e sua filha Jean (Stanwyck), que pretendem roubar o dinheiro dele no jogo de cartas. Ninguém esperava que ele se apaixonasse por Jean, mas quando Charles descobre quais eram as intenções dela, ele a abandona no navio e segue seu rumo.
Em uma festa na mansão dos Pike, Stanwyck reaparece, agora como Lady Eve Sidwich. Embora a semelhança com Jean faça Charles desconfiar, ela logo usa sua perspicácia para enganá-lo novamente, dizendo que ela e Jean são filhas do mesmo pai. Mais uma vez Charles se apaixona por ela, embora seu secretário Mugsy (William Demarest) tente impedir que eles se casem, usando sua frase de efeito: “é a mesma umazinha!” (“she’s the same dame!”).
Preston Sturges, um mestre da comédia romântica, escreveu o roteiro baseando-se em um conto de 19 páginas já existente nos arquivos da Paramount. Com muita esperteza, ele conseguiu inserir cenas e diálogos picantes demais para a época, sem contudo ter problemas com o Código Hays. Trabalhar com o diretor foi uma alegria para Barbara e Henry. Usando roupas extravagantes para ser facilmente encontrado no set de filmagem em meio à numerosa equipe técnica, Preston fazia de tudo para deixar seus colegas de trabalho à vontade.          
Charles está saindo da Amazônia com uma cobra rara. No navio é possível ver até cartazes escritos em português. Apesar disso, as cenas anteriores, que mostram Charles na floresta, foram gravadas em Los Angeles. Com ou sem floresta, o certo é que este filme foi um ponto de virada nas carreiras do belíssimo Henry e também de Barbara, uma atriz versátil que até então nunca havia feito uma comédia, apenas dramas e westerns. O filme ainda traz referências ao mito de Adão e Eva, incluindo a cobra e a maçã que aparecem junto aos créditos, numa adorável sequência animada.
Mas quais as diferenças entre Jean e Eve? Vejamos:

Jean Harrington:                                                                  
Estilo: cabelos soltos, roupas mais modernas, salto alto, blusa curta.
Esporte: jogar cartas.
Técnica de sedução: fazer o pretendente tropeçar sem querer, coçar a cabeça dele enquanto diz palavras doces e frases provocantes.
Por que Charles não ficaria com ela: é uma vigarista que vive de tirar dinheiro de milionários.

Lady Eve Sidwich:
Estilo: cabelo preso, roupas elegantes (como lindos vestidos longos desenhados especialmente por Edith Head), roupas de montaria.
Esporte: andar a cavalo.
Técnica de sedução: Simplesmente deixar os homens caírem de amor por ela. Literalmente.   
Por que Charles não ficaria com ela: teve muitos relacionamentos íntimos antes de se casar.

E você, ficaria com Jean ou Lady Eve? Ou com Barbara Stanwyck?

This is my entry for the Second Dueling Divas Blogathon, hosted by Lara at Backlots. Don’t forget to read the other entries and... 

Feliz Natal!

20 comentários:

Ana disse...

Eu fico com Barbara, sempre!!!
Melhor atriz de todos os tempos!!

David C. disse...

Que actores! Quiero ver la película.

Felices Fiestas! Éxitos el 2013.
Saludos
David

backlots disse...

Love it! The Lady Eve is one of my favorites, and I love how you compared the styles of Jean and Eve. Thanks so much for participating in the blogathon!

Regi disse...

As três noites de Eva é sem dúvida um filme hilário. Um dos meus preferidos do Sturges e do Fonda (adoro a cara de nerd dele). E, é claro, fico com Barbara Stanwick.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Que neste Natal,
diante das pessoas que amamos,
possamos ofertar a elas,
o melhor presente
que desejassem receber:
Nossa vida...
Nosso carinho...
Nosso coração.

Para quem crê na vida,
Natal se faz a cada dia.
Que assim seja o Natal
Em tua vida.

Aluísio Cavalcante Jr.

FlickChick disse...

Fantastic, Le! Why, Jean, of course! She knows her way around and always gets her man! Clever girl, you are!

Suzane Weck disse...

Ola LÊ,não vi este filme,e acho que ia gostar muito pois os atores não podiam ser melhores,e o tema segundo o texto é gostoso e divertido.Sem dúvida ficaria com Bárbara,ela é fabulosa .Meu beijinho de boa -noite.Su.

Gilberto Carlos disse...

Parece ser muito engraçado. Preciso ver. Abraços.

Kay disse...

One of my favorite movies, Le, and you have done a fine job outlining it! Thank you! It was during this film that Edith Head made Stanny feel glamourous; in return, Stanny insisted that Edith do her private wardrobe, too. I love this film! Nice contribution!
Kay
www.MovieStarMakeover.com/blog/

Margaret Perry disse...

This is super cute! I love this film and basically anything that Stanwyck is in. I am so impressed that Stanwyck was able to play two totally different characters in the same film. She certainly was a very talented actress. Great post, Le! xx

Iza disse...

Comédia com Henry Fonda, tenho que assistir. Gostei dos figurinos das duas personagens. Beijos <3

Georgie Lee disse...

Fun post! It has been so long since I have see this film. I must go back and watch it again.

Marcos Rosa disse...

Passando rapidinho para desejar um Feliz Natal!

__
http://algunsfilmes.blogspot.com.br/

Jefferson C. Vendrame disse...

Nossa Lê, eu não conhecia esse filme, fiquei muito curioso agora graças a seu maravilhoso post...

Quero vê-lo

Feliz Natal a você e toda sua família..

Até mais...

Suzane Weck disse...

Que tenhas um lindo Natal e que o Novo Ano chegue com um mar de felicidades para ti e teus familiares.meu maior abraço.SU.

Mario Salazar disse...

Justo me había dado cuenta que había descuidado el cine clásico americano, como parece algo que todos suelen escoger quería probar con algo distinto y buscar otros cine, sin embargo la maestría de este cine es dindudable y uno entiende la pasión que despierta, voy a abordarlo. Fonda, Stanwick gran dúo. Y felices fiestas y prospero año nuevo. Un abrazo.

silverscreenings disse...

Great idea to feature the same actress playing two roles in the same movie. Barbara Stanwyck was terrific, wasn't she? I liked your post very much. :)

Becky Barnes disse...

I really loved your take on The Lady Eve. Particularly loved your description of Preston Sturges: "Preston Sturges, a master of romantic comedy ... With great cunning, he managed to insert scenes and dialogues too racy for the time ..." Sturges was a character, lucky for us movie lovers! The Lady Eve is perfect for Dueling Divas, mostly because the divas were both the same woman! I enjoyed this very much, and look forward to more of your good work!

Marcelo Bonavides de Castro disse...

Feliz Ano Novo!
O filme deve ser muito bom!

Jorge Teixeira disse...

Gosto bastante deste filme. Bom texto.

Obrigado pela visita ao meu espaço. Gostei bastante também do teu. Vou acompanhar.

Cumprimentos,
Jorge Teixeira
Caminho Largo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...