Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Making-off: documentários cinematográficos – Parte 2

E lá vamos nós!

Diabo da Tasmânia: a vida rápida e furiosa de Errol Flynn: Errol viveu apenas 50 anos, mas foi intensamente. Seus amores, escândalos, muitos sucessos e diversas curiosidades estao nesse documentário. Você sabia, por exemplo, que, pouco antes de morre, ele entrevistou Fidel Castro durante a Revolução Cubana?

Hitchcock, Selznick e o fim de Hollywood (1998): Quando David Selznick trouxe Alfred Hitchcock da Inglaterra, o sistema de estúdio estava no auge em Hollywood. Ele assinou contrato com Selznick e fez vários filmes medíocres neste período. Seu apogeu só chega com a decadência do sistema de estúdio.

Um perfil de “Os Sapatinhos Vermelhos” / A profile of “The Red Shoes” (2000): Meia hora é muito pouco para tratar de um filme tão mágico e revolucionário quanto este musical de 1948.

Fellini: eu sou um grande mentiroso (2002): Os colaboradores ainda vivos de Fellini na época foram os destaques deste documentário. Com entrevistas menores dos envolvidos já falecidos, como Mastroianni, Giulietta Masina e o próprio Fellini.

Testemunha imaginária: Hollywood e o Holocausto (2004): O tema é promessa certa de lágrimas nas plateias. Já existente durante o Holocausto mas, como o resto do mundo, alheia a ele, Hollywood produziu filmes incríveis aqui discutidos, entre os quais “A escolha de Sofia” (1982) e “A lista de Schindler” (1993).

A era de ouro da música no cinema: 1965/1975: O cinema como um todo se renovou nos anos 1960 e 1970. Não poderia ter sido diferente com as trilhas sonoras, gerando músicas muito originais e inesquecíveis.

Enfim, o cinema (2011): Aqui os irmãos Lumiére não são o começo, mas o fim da jornada. As técnicas de ilusionismo e animação foram desenvolvidas ao longo do século XIX por grandes cérebros hoje esquecidos, mas que foram fundamentais para a criação do cinema.

O som de Hollywood (2009): Se hoje os filmes são coroados por trilhas sonoras e compositores têm emprego garantido em Hollywood, devemos agradecer ao austríaco Max Steiner. A influência deste brilhante compositor, assim como as características e desafios da profissão, são analisados neste documentário.

Stardust: A história de Bette Davis (2006): Narrado por Susan Sarandon, conta com depoimentos em vídeo e em voz de diversos ícones que conheceram e trabalharam com Bette. Sua vida pessoal também é abordada, com forte presença do filho adotivo Michael e da ex-babá que se casou com seu terceiro marido. Polêmicas à parte, o documentário fica mais rápido e menos detalhado a partir dos acontecimentos da década de 1950.

O possesso Peter Finch (2011): Usando como título a icônica frase que Howard Bale, personagem que rendeu um Oscar a Finch, manda os telespectadores de seu programa gritarem (“Estou possesso e não vou mais aguentar isso!”), o documentário colhe depoimentos de colegas e, em especial, dos familiares para desvendar esse ator australiano com altos e baixos na vida e na carreira.

Olhar Estrangeiro (2006): Este documentário brasileiro mostra como nosso país é visto lá fora. Boa parte dessa visão é refletida nos filmes feitos por estrangeiros sobre nosso país, sempre com uma boa dose de estereótipos. Vários atores e diretores são entrevistados, embora a quantidade de filmes antigos citados seja bem reduzida.

Truffaut, Godard e a Nouvelle Vague (2008): Jovens críticos da Cahiers du Cinéma, descontentes com as produções da época, resolvem começar um tipo diferente de cinema que lhes agrade. Fica latente que Truffaut foi o principal cérebro do movimento e eu, em particular, fiquei morrendo de vontade de colocar minhas mãos em algum exemplar dessa revista histórica.

Para terminar, respondo às 11 perguntas que me foram feitas pela Samy do blog Meu diário vintage:

1. Por que você gosta do seu blog?
Meu blog me aproxima do mundo, das pessoas que gostam das mesmas coisas de que eu gosto ou que estão dispostas a aprender sobre elas. Através dele conheci pessoas excelentes. 
2. Qual foi a intenção ao criá-lo?
Compartilhar curiosidades sobre o mundo do cinema antigo, pois às vezes as partes mais interessantes de um filme são as histórias dos bastidores.
3. Você tem segredos de beleza?
Nunca saio sem batom!
4. Qual ou quais são os livros que você esta lendo no momento?
“O Processo”, de Franz Kafka, e “Max e os felinos”, de Moacyr Scliar
5. Uma música para o presente momento?
Minha música sempre será “My Way”, na voz de Frank Sinatra
6. Você tem alguma historia interessante sobre o seu namoro/noivado/casamento para contar?
Sou solteira.
7. Qual foi o melhor momento pra você, até agora, desse ano de 2013?
A Feira do Livro que aconteceu recentemente (acabou semana passada) foi muito proveitosa. Também fui escolhida para fazer parte de duas coletâneas internacionais de contos. Mas, como sou otimista, acredito que o melhor momento ainda está por vir! : )
8. Como planeja o seu futuro?
Minuciosamente.
9. O que tem sobrando no seu armário no momento?
Coisas que, infelizmente, não posso usar porque está frio.
10. Você acha que se conhece mais ou os outros te conhecem melhor que si mesma?
Eu me conheço mais que os outros, mas mesmo assim ainda me surpreendo.
11. Se fosse outra época, outro lugar, outro espaço... Diga em qual você viveria?
Hollywood nos anos 20 ou Hollywood hoje, durante o TCM Classic Film Festival.

11 comentários:

Suzane Weck disse...

Ola,estou sempre aprendendo fatos interessantes aqui no teu espaço.Uma postagem excelente com muito assunto que eu desconhecia. Ès uma ótima pesquisadora pois sempre abordas temas que todo cinéfilo gostaria de tomar conhecimento.Uma boa-noite minha querida LÊ e meu grande abraço.SU

Suzane Weck disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedrita disse...

q bacana, vc escreveu livros. eu quero muito ver esse documentário olhar estrangeiro. eu vi poucos documentários sobre filmes retrô. sobre o meu blog eu respondo o mesmo q vc nessa sua frase "das pessoas que gostam das mesmas coisas de que eu gosto". eu amei o processo de kafka. dele o q li mais recentemente foi o inacabado o castelo q é fascinante tb. beijos, pedrita

Danielle Crepaldi Carvalho disse...

Oi, Lê!

De volta de viagem e finalmente um pouco mais tranquila da correria.
É um prazer voltar pro seu blog. Acabei de aterrizar aqui e o lerei de traz pra frente (ou seja, do post mais recente para o mais antigo).
Sobre esse, que parece ser uma gincana de resenhas em meia hora (como você é rápida!), fiquei curiosa pra ver os documentários sobre Truffaut e sobre Hollywood e o holocausto. O último em especial. Descobri recentemente que observar os mortos judeus nos campos europeus choco de tal modo George Stevens (ele foi enviado lá por Hollywood pra filmar a entrada das tropas aliadas) que redefiniu o curso de sua carreira.
E achei super chique essas possibilidades de publicação estrangeira. Continua assim que você vai longe!

Bjinhos
Dani

Gilberto Carlos disse...

Grandes documentários e histórias que deviam ser conhecidas pelo público. Infelizmente não vi nenhum deles.

Samy Campos disse...

Poxa, Tava aprendendo um pouco de Kafka semestre passado hehe. Gostei de saber um pouco de seus interesses. :)

Jefferson C. Vendrame disse...

Nossa Lê, que post interessante, aonde encontrou esse monte de informações sobre esses documentários? Quero assistir todos... Adoro documentários, de todos os gêneros, sobre cinema então, nem se fala!
Parabéns pelo POST, rico e super bem informado!

Grande abraço!

Até mais!

Iza disse...

Que dicas mais bacanas!!!! Quero muito assistir Sapatinhos Vermelhos, pois além de amar balé, agora ele também faz parte da minha vida e rotina. Amei as dicas :) Beijão pra você <3

P.S: Te enviarei seu prêmio amanhã, sem falta. O motivo por não ter te entregue antes foi que eu estava viajando. Tudo bem?

Tsu disse...

Oi Lê!
Nossa, que ista fabulosa de filmes/documentários vc colocou! *.*
E gostei também do pequeno questionário ^^
Valeu por curtir os cosplays..vc viu as demais sessões de outros personagens? Tem alguns que é pra ficar de queixo caído rs.
bjs

Anônimo disse...


It is corner kick! Bai Ren 2013 head break a ball to repeat on nightmare of sports season final
Corner kick became Nuoyier again defend soft costal region, this can'ts help letting Bai Renqiu confused memory to remove most that agonized night year ago. In the Europe coronal final that bringing couplet court, the Bai Ren that killed Qieerxi absolutely almost by Deluoba the head of last hour attacks door place to break even, the play away in nodding ball big fight finally the match. That corner kick, it is Qieerxi full-court match the chance of only a corner kick inside 120 minutes, but the deadly sock that made knockdown Bai Ren however. [url=http://www.stmarysmumbai.com/cheapairjordans.aspx]cheap air jordans for sale[/url] In corner kick the Bai Renmu Buddhist nun of the error in defending is black, can nurse a grievance finally only " results " the 3rd runner-up of this sports season, became " 3 inferior king " . See this corner kick throws a ball, fan people also can rejoice only this break a ball to did not bring serious consequence. Mere after this corner kick throws a ball 20 minutes, manzujiji helps Bai Ren reentry the impetus that one ball squelched Asenna kickbacks thoroughly. This loses a ball, it is Bai Ren loses a ball in the first of 2013, in 5 of 2013 formal matches before this, bai Ren is hit into 13 balls and all 0 adversary, performance is extremely excellent, can says " the first line of defence of European " . But this corner kick loses a ball terminative the outstanding play of Bai Ren line of defence, also ring alarm bell noisy to team. In the Europe coronal competition that eliminates in such two bouts, any opportunities are become likely kill machine, once had eaten the deficient Bai Ren that placement defends, must solve this problem well in training.
Article origin: Netease sports writer: Ma Li abstruse

Rubi disse...

Desses que você citou, cheguei a ver somente do Fellini. Me lembro que na época, não conhecia quase nada do diretor, e depois que vi os principais filmes, assiti novamente o documentário. É excelente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...