Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

sábado, 22 de maio de 2010

Ziegfeld Follies e estranhas coincidências


Minha idéia original era apenas comentar os divertidos segmentos do musical de 1945, Ziegfeld Follies. Mas as notícias recentes não me deixam fazer isso: fiquei arrepiada com as estranhas coincidências que aconteceram na semana após a exibição do filme:


* Na segunda-feira seguinte, não conseguia tirar da cabeça a música Love, cantada lindamente no filme por Lena Horne. E qual não foi meu espanto quando vi no jornal que ela tinha morrido? Sinistro
* Procurando mais informações na internet, não pude deixar de me deparar com as Ziegfeld Girls. Li que ainda havia uma viva, com 106 anos. E, na terça-feira, ela também faleceu!
* Outra que também nos deixou recentemente foi Kathryn Grayson, que canta a música final do filme (There's Beauty Everywhere).


Em suma, ou eu tive a comprovação de meus poderes paranormais, ou foi apenas uma série de infelizes coincidências. Mas vamos à parte deliciosamente divertida do filme:


# Fred Astaire se apresenta quatro vezes, no número inicial, Here's To The Girls, na valsa com Lucille Bremmer (This Heart of Mine), na trágica dança Limehouse Blues, e em um maravilhoso sapateado com Gene Kelly.
# Judy Garland canta e representa em The Great Lady Has an Interview.
# Bons “esquetes”, como “Pague os dois dólares”, “Número, por favor”, e a ótima sequência com Fanny Brice.
# Esther Willians está maravilhosa em um balé aquático e o superclássico é super bem representado pela Traviata.


Viva os musicais de 1940! Pura diversão!

Um comentário:

Anônimo disse...

dizem que coincidẽncias não existem...Marcos Punch.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...