} Crítica Retrô

Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

Saturday, September 18, 2021

O Gorducho (1980) / Fatso (1980)

 

Às vezes, quando você quer ver um projeto sair do papel, você deve se arriscar e sair da sua zona de conforto. Em 1980, Anne Bancroft era uma atriz famosa, com quase 30 anos de carreira nas telas e um Oscar. Mesmo assim, ela precisou se sentar na cadeira do diretor para ver uma história que ela mesma escreveu ganhar vida nas telas. O primeiro e único filme de Anne Bancroft como diretora foi “O Gorducho” (1980).

Sometimes, when you want to see a project coming to life, you need to take risks and get out of your comfort zone. In 1980, Anne Bancroft was an established actress, nearing 30 years on the screen and with an Oscar under her belt. Nevertheless, she needed to sit at the director's chair to see a story she herself wrote come to life on the screen. Anne Bancroft's first and only film as a director was “Fatso” (1980).

Dominick ou Dom (Dom DeLuise) é um homem gordo. Quando seu primo Salvatore morre aos 39 anos por causa de problemas causados pela obesidade, a irmã de Dom, Antoinette (Anne Bancroft) percebe que seu irmão também pode ter a vida encurtada se não perder peso. Ela marca uma consulta para Dom com um médico local, e ao final dos exames Dom recebe uma lista de restrições, o que significa que ele não poderá mais comer tudo o que gosta.

Dominick or Dom (Dom DeLuise) is a fat man. When his cousing Salvatore dies at age 39 because of troubles caused by being overweight, Dom's sister Antoinette (Anne Bancroft) realizes that her brother may also meet his ending too soon if he doesn't lose weight. She sets an appointment for Dom at a local doctor, and by the end of the exams Dom has a list of restrictions, meaning that he can't eat all the good food he enjoys.

Enquanto tenta perder peso Dom conhece e se apaixona por Lydia (Candice Azzara), uma mulher que trabalha perto da loja de cartões comemorativos de Dom. Será o romance que dará motivação para Dom perder peso – na verdade, ele perde peso sem fazer esforço quando está com Lydia! Isso não é besteira: estima-se que beijar por um minuto queima de 2 a 3 calorias, ou seja, você precisa de apenas 3700 minutos – ou 62 horas – de beijos para perder um quilo.

While trying to lose weight, Dom meets and falls in love with Lydia (Candice Azzara), a woman who works near Dom's greeting card shop. The romance will be what makes Dom motivated to lose weight – in fact, he'll lose weight without trying when he is with Lydia! This is not unlikely: it's estimated that one minute of kissing burns 2 to 3 calories, meaning that you would need only 3700 minutes – or 62 hours – of kissing to lose one kilo.

Há muita gritaria na família de Dom – famílias italianas gritando são um estereótipo comum nas novelas brasileiras. A irmã de Dom, Antoinette, é quem grita mais, e deve haver alguma verdade no estereótipo ou Anne Bancroft não interpretaria a personagem assim. A própria Anne tinha ascendência italiana e o sobrenome dos personagens – DiNapoli – é também o sobrenome da mãe de Anne.

There is a lot of yelling in Dom's family – a yelling Italian family is a common stereotype portrayed in Brazilian soap operas. Dom's sister Antoinette particularly yells a lot, and there must be some truth to the stereotype or Anne Bancroft wouldn't make the character this way. Anne herself was of Italian descent and the characters' last name – DiNapoli – is also Anne's mother's last name.

Infelizmente, para uma comédia, “O Gorducho” não é muito engraçada. Algumas piadas e gags visuais não funcionam e umas poucas são simplesmente desrespeitosas. Eu entendo que o filme foi feito há mais de 40 anos, e visto com olhos anacrônicos poderia ser considerado gordofóbico.

Unfortunately, for a comedy, “Fatso” isn't very funny. Many jokes and visual gags fall flat and a few are simply disrespectful. I understand this film was made over 40 years ago, and seen with anachronic eyes it could be considered prejudiced against fat people.

Se precisássemos escolher um filme que perfeitamente sintetiza o “food porn”, “O Gorducho” seria uma boa escolha. A vida de Dom gira ao redor da comida e, quando ele recebe a lista de restrições, é como se os mais deliciosos pratos o seguissem onde quer que ele vá – até mesmo na televisão há comida por toda parte. Uma cena em particular com bolos me deixou com muita fome!

If we needed to choose a movie that perfect epitomizes “food porn”, “Fatso” would be a good choice. Dom's life revolves around food and, as he got his list of restrictions, it was as if the most delicious dishes just started following him wherever he went – even in television there was food everywhere. A particular scene with cakes made me especially hungry!

Anne Bancroft nunca dirigiu outro filme, pois achava que ela não era boa nisso. “O Gorducho” funciona melhor como um filme romântico do que como comédia, e a direção não é espetacular, mas boa o suficiente. Eu realmente gostaria que Anne tivesse dirigido mais. Quanto mais mulheres na direção, melhor.

Anne Bancroft never directed another movie, saying that she wasn't good at it. “Fatso” works better as a romantic movie than as a comedy, and the direction is nothing spectacular, but good enough. I really wish Anne had directed more. The more female directors, the better.

This is my contribution to the Anne Bancroft 90th Birthday Celebration blogathon, hosted by Crystal at In the Good Old Days of Classic Hollywood.

Monday, September 6, 2021

A Primavera de uma Solteirona (1969) / The Prime of Miss Jean Brodie (1969)

 Edimburgo, 1932. Uma mulher sai de sua casa numa bicicleta. A mulher é a senhorita Jean Brodie (Maggie Smith), uma professora de uma escola só para garotas. Ela está em seu melhor momento, ela sabe disso e diz isso, e toda sua dedicação vai para as meninas que ela ensina. Ela se interessa por beleza, arte e verdade. Entre suas alunas, ela tem quatro favoritas que estão sempre com ela: Sandy (Pamela Franklin), Jenny (Diane Grayson), Monica (Shirley Steedman) e a nova aluna Mary McGregor (Jane Carr).

Edinburgh, 1932. A woman leaves her house in a bicycle. The woman is Miss Jean Brodie (Maggie Smith), a teacher at a local all-girls school. She is in her prime, she knows that and she says that, and her dedication is all for the girls she teaches. She is interested in beauty, art and truth. Among her pupils, she has four favorites who are always with her: Sandy (Pamela Franklin), Jenny (Diane Grayson), Monica (Shirley Steedman) and new student Mary McGregor (Jane Carr).

Num diálogo muito bom, Sandy e Jenny discutem sobre a definição de “melhor momento” da senhorita Brodie. Jenny diz que elas deveriam estar vivendo naquele momento os dias mais felizes da vida delas, de acordo com o pai dela. Mas a senhorita Brodie fala de seu momento atual como a plenitude, e Sandy diz que esse momento é tão bom porque a senhorita Brodie não se casou. Seus pais não alcançaram a plenitude, Sandy diz. Jenny acrescenta: “Não, mas eles transam!”

In a very nice dialogue, Sandy and Jenny argue about Miss Brodie’s definition of “prime”. Jenny says that they should be living now the happiest days of their lives, her father told her. But Miss Brodie talks about her current prime as the best days, and Sandy says that her prime is so joyful because Miss Brodie didn’t get married. Their parents don’t have primes, Sandy says. Jenny adds: “No, they have sexual intercourse!”

As meninas duvidam que a senhorita Brodie tenha transado com seu namorado Hugh, que morreu na Primeira Guerra Mundial, mas a verdade é que, agora mesmo em sua plenitude, a senhorita Brodie está cheia de admiradores. Ela teve um caso com o professor de artes, Teddy Lloyd (Robert Stephens, então marido de Maggie Smith), que também está pintando um retrato dela - na verdade, todas as pinturas dele são inspiradas na senhorita Brodie! O professor de música Gordon Lowther (Gordon Jackson, abaixo) também está interessado nela.

The girls doubt that Miss Brodie ever had sexual intercourse with her boyfriend Hugh, who died in World War I, but the truth is that, right now in her prime, Miss Brodie is now short of admirers. She had an affair with the arts teacher, Teddy Lloyd (Robert Stephens, then Maggie Smith’s husband), who is also painting her portrait at his studio - in fact, everybody he paints ends up looking like Miss Brodie! The music teacher Gordon Lowther (Gordon Jackson, below) also pursues her.

A vida amorosa da senhorita Brodie não incomoda a severa diretora da escola, Miss Emmeline Mackay (Celia Johnson), mas seus métodos de ensino pouco ortodoxos e sua dedicação às quatro alunas favoritas - um grupo chamado de As Meninas Brodie - não agradam à diretora. Conforme o tempo passa, os problemas com a diretora crescem, e as Meninas Brodie começam a explorar as oportunidades da vida sozinhas.

Miss Brodie’s love life doesn’t bother the strict school headmistress Miss Emmeline Mackay (Celia Johnson), but her unique teaching methods and her dedication to her four favorite pupils - a group called The Brodie Girls - upset the headmistress. As time passes, the troubles with the headmistress grow, and the Brodie Girls start to explore life on their own.

A senhorita Brodie é diferente do resto dos professores da escola, e isso pode ser percebido pelas roupas que usa. Enquanto todos os outros usam preto e cinza, ela usa vestidos listrados ou echarpes coloridas. Seu melhor momento acontece quando ela entra em confronto com a diretora, interpretada por Célia Johnson - que talvez você conheça de “Desencanto” (1945), de David Lean - em seu último trabalho no cinema.

Miss Brodie is different from the rest of the staff at the school, and this can be seen in her clothes. While all others wear black and gray, she wears dresses with stripes or colorful scarves. Her best moment happens when she clashes with the headmistress, played by Celia Johnson - who you may know from David Lean’s “Brief Encounter” (1945) - in her final film role.

É interessante parar e pensar sobre o conceito de “melhor momento” ou “plenitude” para uma mulher. Primeiro, não existe conceito semelhante para os homens, ou ao menos o melhor momento para os homens dura muito mais do que para as mulheres. Tomemos por exemplo um filme que reuniu duas grandes estrelas de Hollywood em seus melhores momentos, “Amor na Tarde” (1957): quando o filme foi feito, Audrey Hepburn tinha 28 anos e Gary Cooper tinha 56 - o dobro da idade dela!

It’s an interesting thing to stop and think about the concept of “prime” for a woman. First, there is no such concept for men, or at best men’s prime lasts much longer than it does for women. Take for instance a film that united two Hollywood superstars in their primes, “Love in the Afternoon” (1957): when the movie was made, Audrey Hepburn was 28 and her co-star Gary Cooper was 56 - twice her age!

Maggie Smith tinha 35 quando “A Primavera de uma Solteirona” foi lançado. Na época, muitas pessoas a considerariam realmente uma “solteirona”. Ela já era balzaquiana, - termo usado para se referir a uma mulher com 30 anos de idade, por causa de um livro de Honoré de Balzac, “A Mulher de Trinta Anos” - uma mulher independente, charmosa, confiante e bem-resolvida. Por sua performance Maggi Smith ganhou o Oscar de Melhor Atriz, derrotando Liza Minnelli, Jane Fonda, Jean Simmons e Geneviève Bujold.

Maggie Smith was 35 when “The Prime of Miss Jean Brodie” was released. At the time, many people would consider her an “old spinster”. She is already a “balzaquiana”, - term used to refer to a woman in her thirties, because of a novel by Honoré de Balzac, “La Femme de Trente Ans” - an independent, charming, confident, resolute woman. For her performance Maggie Smith won the Best Actress Oscar, beating Liza Minnelli, Jane Fonda, Jean Simmons and Geneviève Bujold.

Já que estamos falando sobre idade, devemos mencionar que a maioria das garotas era velha demais para seus papéis. As personagens deveriam ter 12 anos de idade, ou seja, ser pré-adolescentes impressionáveis, mas a maioria delas tinha cerca de 20 anos e pelo menos uma delas já era mãe. Pamela Franklin, que interpreta Sandy com maestria, tinha18 anos durante as filmagens. De acordo com o IMDb, as carteiras usadas nas cenas tinham de ser mais altas que carteiras escolares normais, para que as meninas parecessem menores.

Since we’re talking about age, we must mention that most girls were too old for the parts they were playing. They were supposed to be 12-year-olds, that is, impressionable pre-teens, but most of them were about 20 and at least one of them was already a mother. Pamela Franklin, who plays Sandy brilliantly, was 18 when the film was shot. According to IMDb, the desks used as props on set had to be raised taller than normal school desks, in order to make the girls look smaller.

O título original do filme é “A Plenitude da Senhorita Jean Brodie”. No Brasil o título é “A Primavera de uma Solteirona”. “Primavera” aqui é usado para descrever a época do florescer da vida, mas o termo “solteirona” faz o título soar pejorativo. Em Portugal, o título é “Quando a Primavera Acaba”, enquanto na França, Espanha e Alemanha o título é “Os Melhores Anos da Senhorita Jean Brodie”.

In Brazil the film is titled “The Spring of a Spinster”. “Spring” here is used to describe the time life blooms, but the term “spinster” - “solteirona” no original - is pejorative. In Portugal, the title is “When Spring Ends”, while in France, Spain and Germany the title was “The Best Years of Miss Jean Brodie”. 

A senhorita Jean Brodie é uma personagem extremamente complexa. À primeira vista inspiradora, seu maior defeito é ser fascista. Grande apoiadora de Mussolini e Franco, ela doutrina suas meninas - chegando ao ponto de uma delas ir lutar na Espanha com o exército de Franco - e simplesmente não é possível tolerar este tipo de comportamento. Conforme o filme avança, a plenitude da senhorita Brodie passa e ela se torna cada vez mais patética, o que é um excelente, embora pouco usual, desenvolvimento para um personagem. E é isto que torna o filme extraordinário.

Miss Jean Brodie is an extremely complex character. At first inspirational, her biggest flaw is being a fascist. A huge fan of Mussolini and Franco, she indoctrinates her girls - to the point of one of them going to fight in Spain with Franco’s army - and we simply can’t tolerate this kind of behavior. As the film progresses, Miss Brodie’s prime passes and she becomes more and more pathetic, which is a great, yet unusual, character development. And it’s this character development that makes this film extraordinary.

This is my contribution to the No True Scotsman blogathon, hosted by Gill at Realweegiemidget Reviews. 

Saturday, September 4, 2021

Resenha: O Pensamento Vivo de Orson Welles, de Rogério Sganzerla


Orson Welles é meu diretor de cinema favorito, mas eu não sou a maior fã de Orson Welles que já existiu no Brasil. Este título, se é que ele existe, deve pertencer ao cineasta Rogério Sganzerla, um homem tão fascinado por Welles e pela pequena odisseia do diretor no Brasil em 1942 que ele fez quatro filmes sobre o assunto, e ainda escreveu um livro sobre Welles para uma coleção.

Orson Welles is my favorite male director, but I’m not the biggest Orson Welles fan that ever lived in Brazil. This title, if it exists, must belong to filmmaker Rogério Sganzerla, a man so fascinated with Welles and the director’s small odyssey in Brazil in 1942 that he made four films about this subject and also wrote a book about Welles as part of a book collection.

Sganzerla foi chamado para organizar este livro como parte de uma coleção que pretendia servir de introdução completa aos pensamentos de pessoas famosas. Sganzerla então compilou textos e frases sobre Welles, organizou uma linha do tempo e escolheu várias boas imagens, a maioria fotos dos bastidores, e também fotos da infância e juventude de Welles e até mesmo uma caricatura feita como autorretrato.

Sganzerla was asked to organize this book as part of a collection that wanted to serve as a complete introduction to the thoughts of famous people. Sganzerla then compiled texts and quotes about Welles, organized a timeline and chose several great images, most of them backstage photos, but also photos from Welles’ childhood and youth and even a caricature that is a self-portrait.

Numa entrevista que abre o livro, Welles fala sobre o imbróglio envolvendo seu filme “O Outro Lado do Vento” - que estreou apenas em 2018 - e também cita outros projetos, como sua ideia de filmar a vida de Cristo como um faroeste, uma adaptação de “The Dreamers” de Dinesen e uma versão de Rei Lear, e também um roteiro original que ele escreveu e queria filmar intitulado “The Big Brass Ring”.

In an interview that opens the book, Welles talks about the imbroglio involving his movie “The Other Side of the Wind” - the movie was released only in 2018 - and also cites other projects, like his idea to film the life of the Christ as a western, an adaptation of Dinesen’s “The Dreamers” and a version of King Lear, and also an original screenplay he wrote and wanted to film titled “The Big Brass Ring”.

O livro traz muitas informações, e mesmo uma super fã de Welles como eu pode aprender muito com a leitura. Por exemplo: “Cidadão Kane” foi só a terceira opção de Welles para começar sua parceria com a RKO. A primeira opção era uma adaptação de “Heart of Darkness” de Joseph Conrad, que não pôde ser feita porque a atriz que Welles queria escalar, Dita Parlo, estava doente. A segunda opção se chamava “The Smiler with a Knife”, abandonada quando tanto Carole Lombard quanto Rosalind Russell recusaram o papel principal.

The book is very informative, and even a die-hard Welles admirer like me learned a lot from it. For example: “Citizen Kane” was only the third option Welles had to start his partnership with RKO. The first was an adaptation of Joseph Conrad’s “Heart of Darkness” that couldn’t be made because the actress Welles wanted, Dita Parlo, was sick. The second option was called “The Smiler with a Knife”, abandoned when both Carole Lombard and Rosalind Russell turned down the lead role.

Eu também aprendi que em 1946 Welles produziu uma adaptação de “ A Volta ao Mundo em 80 Dias”, misturando teatro, cinema, balé e circo. Este foi o trabalho favorito de Welles no teatro, e podemos apenas imaginar como a adaptação da história para o cinema teria sido feita se Welles tivesse sido contratado para dirigi-la - eu certamente amaria esta versão!

I also learned that in 1946 Welles staged a production of “Around the World in 80 Days”, mixing theater, cinema, ballet and circus. This was Welles’ favorite work in the theater, and we can only imagine how the film adaptation of the story would have been if Welles was asked to direct it - I certainly would love this version!

Através da linha do tempo, podemos ver que Welles se manteve ocupado mesmo quando não estava em Hollywood. Ele teve diversos papéis em filmes europeus nas décadas de 40 e 50, e também trabalhou sem parar na televisão a partir dos anos 50.

Through the timeline we can see that Welles kept busy even when he wasn’t in Hollywood. He had several roles in European movies in the 40s and 50s, and also worked steadily for television starting in the 1950s.

Há também muitas frases sobre Welles, de biógrafos, cineastas, críticos de cinema, e também frases de Welles, sobre a vida em geral e sobre o cinema em particular. Sem análises profundas dos filmes, o livro é um bom primeiro passo para quem quer entrar na maravilhosa mente de Orson Welles.

There are also may quotes about Welles, from biographers, filmmakers, film critics, and also quotes by Welles, about life in general and filmmaking in particular. Without deep analysis of any of his films, the book is a fine first step for anyone who wants to enter Orson Welles’ wonderful mind.

This review is part of the 2021 Summer Reading Classic Film Book Challenge, hosted by Raquel at Out of the Past.

Friday, August 27, 2021

A Noiva Desconhecida (1949) / In the Good Old Summertime (1949)

 

Eles são colegas de trabalho que não se suportam, mas ao mesmo tempo, sem saber, eles trocam cartas nas quais fazem confidências e assim se apaixonam. Sim, você já viu essa história antes: filmada pela primeira vez como “A Loja da Esquina” (1940) e depois como “Mensagem para Você” (1998), esta história previsível porém charmosa foi transportada para o começo do século XX em “A Noiva Desconhecida”.

They are coworkers who deeply dislike each other, but at the same time, without them knowing, they are pen pals who share confidences in much awaited letters every week. Yes, you've seen this story before: filmed for the first time as “The Shop Around the Corner” (1940) and later as “You've Got Mail” (1998), this predictable yet charming story was transported to early 20th century Chicago in “In the Good Old Summertime”.

O primeiro encontro de Andrew 'Andy' Larkin (Van Johnson) e Veronica Fisher (Judy Garland) é fofo para nós, mas desagradável para eles. As coisas ficam mais amargas quando Veronica vai até uma loja de música procurando emprego e Andy, que trabalha lá, diz a ela que não há lugar na loja para mais um vendedor. Com uma canção, ela prova que ele estava errado e consegue o emprego, vendendo a primeira de cem harpas que o dono da loja comprou.

The meet cute between Andrew 'Andy' Larkin (Van Johnson) and Veronica Fisher (Judy Garland) is cute for us, but unpleasant for them. Things get bitterer when Veronica goes to a music store searching for a job and Andy, who works there, tells her there is no place in the store for another salesperson. With a song, she proves him wrong and gets the job, also selling the first of 100 harps the owner of the shop has bought.

Há outro casal na loja: o dono, Sr Oberkugen (S.Z. 'Cuddles' Sakall) e sua caixa e secretária, Nellie (Spring Byington). Eles se conhecem há 20 anos e têm um tipo de relação que ainda não terminou em casamento. Falando em relacionamentos, um empregado da loja é parente do senhor Oberkugen: Hickey, interpretado pelo grande Buster Keaton, é sobrinho do dono da loja.

There's another couple in the store: the owner, Mr Oberkugen (S.Z. 'Cuddles' Sakall) and his cashier and secretary Nellie (Spring Byington). They have known each other for 20 years and have some kind of relationship that hasn'tended in a marriage yet. Speaking of relationships, one employee of the store is related to Mr Oberkugen: Hickey, played by the great Buster Keaton, is the owner's nephew. 

Van Johnson tinha muito carisma e isso transbordava em suas performances. Ele é muito fofo em “A Noiva Desconhecida”, especialmente quando não percebe que uma garota que toca violino e mora na mesma pensão que ele gosta dele. Por outro lado, não é muito legal da parte dele quando ele descobre que  Veronica é a moça com quem está trocando cartas e decide ir ao encontro marcado por eles só para infernizá-la.

Van Johnson had a huge charisma and it translated in his performances. He is the cutest in “In the Good Old Summertime”, especially when he can't see that a girl who plays the violin and lives in the same boarding house as his is in love with him. It's not very nice of him, however, when he finds out Veronica is his pen pal and decides to show up to their date only to pick up on her.

No começo de 1948 Judy Garland estava terminando de filmar “Desfile de Páscoa”. Depois de um pouco de descanso, ela voltou ao trabalho em “A Noiva Desconhecida”. As filmagens foram calmas, algo raro na época para Judy. O que colaborou para o clima bom no set foi, como Van Johnson explicou: “Nós a fizemos sentir querida e necessária. Nós brincamos com ela e a mantivemos feliz”. Camaradagem foi o segredo do sucesso.

In the beginning of 1948 Judy Garland was finishing the shooting of “Easter Parade”. After some rest, she returned to work in “In the Good Old Summertime”. Filming went smoothly, a rare thing at the time for Judy. What collaborated for the good times on set was, as Van Johnson explained: “We made her feel wanted and needed. We joked with her and kept her happy”. Camaraderie was the secret of this success.

Buster Keaton estava trabalhando como escritor de gags na MGM quando foi chamado para fazer este filme. Ele tem apenas um ótimo momento de slapstick e pouco tempo na tela, o que desagrada grandes fãs como eu. Buster também coordenou o primeiro encontro entre Andy e Veronica, quando uma colisão faz com que ele destrua o chapéu dela.

Buster Keaton was working as a gag writer at MGM when he was called to make the movie. He has only one great moment of slapstick and not enough time on screen to please hardcore fans like me. Buster also coached the meet cute between Andy and Veronica, when a collision makes him destroy her hat. 

Para um musical, “A Noiva Desconhecida” tem poucos momentos musicais, sendo o “I Don't Care” de Judy Garland o mais memorável deles. Não há canções originais no filme, todas as canções cantadas na loja de música ou nas festas foram realmente publicadas no começo do século XX, época em que o filme é ambientado.

For a musical, “In the Good Old Summertime” has few musical moments, being Judy Garland's “I Don't Care” the most memorable one. There are no original songs in the film, all of the songs sung in the music shop or at parties were really released in the early 20th century, when the story is set.

Ter um amigo por correspondência é bastante comum atualmente – com a caneta e a tinta substituídas pelos bits e bits das amizades virtuais. Como em qualquer relacionamento, há poder envolvido. Em “A Noiva Desconhecida”, o personagem de Van Johnson está em vantagem, sabendo quem é sua amiga sem que ela saiba quem é ele, e assim ele pode brincar um pouco com ela e manipular o relacionamento deles. A adição de Louise, a amiga violinista de Andy, traz outro elemento para a relação, e representa uma ameaça ao final feliz deles, quando Andy ainda não sabe que Veronica o ama. 

Having a pen pal is rather common now – with the pen and ink becoming the bits and bytes of online friendships. As in any relationship, there is power involved. In “In the Good Old Summertime”, Van Johnson's character has the advantage of knowing who his pen pal is without her doing the same, and thus he can play a bit with her and manipulate their relationship. The addition of Louise, Andy's violinist friend, brings another element to the relationship, and poses a threat to their happy ending for a while, when Andy is unaware that Veronica loves him.

É impossível perder, bem no finalzinho, a estreia no cinema de uma pequenina Liza Minnelli. É um final adorável para um filme adorável, um clássico para aquecer corações.

It's impossible to miss, in the very ending, the film debut of a tiny Liza Minnelli. It's an adorable ending for an adorable film, a true heartwarming classic.

This is my contribution to the Fifth Annual Van Johnson blogathon, hosted by Michaela at Love Letters to Old Hollywood.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.

https://compre.vc/v2/335dc4a0346