Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A primeira chanchada a gente nunca esquece

Em uma manhã nublada de domingo, minha mãe me deu um conselho: “Já que você gosta tanto de filmes antigos, você tem também de assistir às chanchadas!”. Resolvi seguir sua proposta e aproveitei para assistir ao filme que estava começando. Para minha alegria, foi uma divertida comédia de 1959: “Quem roubou meu samba?”. 
O compositor Atanásio Cruz vende, simultaneamente, um mesmo samba para duas gravadoras. Os executivos de ambas saem atrás da melodia, mas Atanásio sofre um acidente e perde a memória, esquecendo a música que compôs. Caberá ao detetive Leovegildo Coruja (Ankito) a tarefa de obter e memorizar a melodia do samba para a Gravadora Aurora. Já a Gravadora Gravapan, por sua vez, envia dois capangas para pegarem Atanásio e impedirem Leovegildo de realizar sua missão.
No meio deste louco enredo há espaço para alguns números musicais protagonizados por lendas do rádio brasileiro, como Ângela Maria, Marlene e Virginia Lane, e divertidas confusões em um hospital, envolvendo a enfermeira e namorada do detetive (Nancy Wanderley) e o faminto doente do leito 34 (Wilson Grey).
Ankito começou a carreira no circo do qual faziam parte seu pai e seu tio, ambos palhaços.Ele era acrobata e até ganhou algumas medalhas quando a atividade ainda era considerada um esporte. Depois de excursionar pela América Latina e Europa, seu sucesso nos palcos chamou a atenção da Atlântida e ele foi chamado para fazer uma participação no filme “É fogo na roupa”, de 1952. De início teria três minutos em cena, mas agradou e acabou filmando 39 minutos. A partir daí construiu uma carreira de sucesso, estrelando em 56 filmes de sucesso, além de alguns programas humorísticos na televisão. No filme, além de provocar boas risadas no público, Ankito também mostra toda sua ginga sambando.
O filme foi produzido pela Atlântida Cinematográfica, produtora fundada em 1941 que sobreviveu até 1962. Depois de quase dois anos produzindo cinejornais, a Atlântida estava pronta para voos mais altos, estreando o filme “Moleque Tião”. A partir daí foram feitas produções de grande apelo popular, alguns dramas bem recebidos pela crítica e as chanchadas, divertidas comédias musicais que muitas vezes parodiavam o cinema americano, a exemplo do que acontece em “Nem Sansão, nem Dalila” e “Matar ou Correr”, ambas de 1954.
A chanchada, como uma espécie de gênero cinematográfico, surgiu com uma das primeiras ficções do cinema brasileiro: “Nhô Anastácio chegou de viagem”, de 1908. Com a chegada do som, o carnaval foi incluído como elemento importante dos filmes produzidos pela Cinédia. A fórmula foi usada também pela Atlântida, com igual sucesso. Outras duas produtoras chegaram para competir, a Herbert Richers e a Cinelândia. Seus filmes, no entanto, tinham qualidade técnica inferior (o som das produções era, inevitavelmente, ruim) e enredos repetitivos. O surgimento do Cinema Novo e a popularização da TV nos lares brasileiros deram fim às chanchadas, já desgastadas pelo uso excessivo da fórmula que as consagrou.  
"Garotas e Samba", de 1957, considerada uma das últimas chanchadas de qualidade
A chanchada nunca foi muito bem aceita pelos críticos, que a consideravam um espetáculo inferior, mas atraía sempre as massas. Há uma teoria que afirma que o temo veio do espanhol, língua em que “chancho” significa porco; logo, “chanchada” significaria “porcaria”. No entanto, é inegável que esses foram os filmes que mais atraíram o público humilde, que gostava de ver sua realidade retratada nas telas. Com a presença de alguns bons malandros cariocas, perseguições, romance, números musicais e muita comédia, as chanchadas, a exemplo de “Quem roubou meu samba?”, continuam sendo uma excelente diversão despretensiosa.

13 comentários:

Marcelo Bonavides disse...

Ótima lembrança!
Uma vez, vi um documentário sobre as Chanchadas em que a atriz fada Santoro dizia, mais ou menos, assim: "Ninguém gostava das chanchadas, exceto, o público".
Ela se referia aos críticos.
Nós, o público, sempre iremos gostar!

Marcelo Bonavides disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rubi disse...

Eu adoro esse filme!
A trilha sonora, o elenco, tudo nele me encanta. Ankito está sensacional nessa produção, e a participação do Trio Irakitan é fantástica.

Parabéns pelo post!
Esse é um dos poucos que faço questão de ver, rever e recomendar.

! Marcelo Cândido ! disse...

Ui ui ui
!

Kamila disse...

As chanchadas fazem parte da história do cinema brasileiro. São filmes de qualidade questionável, mas divertidos e representativos da época em que estavam inseridos.

Parabéns pelo blog!

Mario disse...

No conocía estos filmes populares brasileños pero me despiertan mucha curiosidad ya que fagocito todo cine, no contengo mi ganas de ver novedades y ha sido agradable ver la mención de la samba, confieso que me gusta tu cultura y hasta quisiera ir al carnaval de rio por eso la inmersión del cine popular debe ser interesante porque conoces un poco más de las costumbres. Un gusto leerte y no te pierdas, si me siguieras sería más fácil pero bueno... Besos.

Camila Vieira disse...

Olá Lê, gostei demais do seu blog. É leve e despretensioso. Espero que continue lendo o meu: imagem_em_movimento.blogspot.com

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Lê, como vai? Não conheço esse filme, mas adoro outros do genero Chanchada. Adoro Dercy Gonçalves, principalmente no ótimo Depois Eu Conto e Entrei de Gaiato, esses filmes poderiam ser mais valorizados no Brasil, é quase sempre muito raro acha-los para compra, um descaso conosco fãs do cinema antigo. Parabéns por trazer esse post, Abração

Por que você faz poema? disse...

Sua mãe
sabia
mesmo
das coisas,
excelente conselho.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Preciso conhecer melhor as chanchadas. Gosto desse humor inocente. Sem falar nos maravilhosos comediantes que marcaram época, de Oscarito a Renata Fronzi, de Grande Otelo a Derci Gonçalves.

O Falcão Maltês

Anônimo disse...

An impressive share! I've just forwarded this onto a coworker who has been doing a little homework on this. And he actually bought me breakfast because I stumbled upon it for him... lol. So let me reword this.... Thank YOU for the meal!! But yeah, thanks for spending time to discuss this issue here on your blog.
My site :: Breaking news

Anônimo disse...

Hi, Neat post. There's an issue together with your website in web explorer, could check this? IE nonetheless is the market chief and a huge portion of folks will leave out your great writing because of this problem.

my homepage; http://sharepublish.com/

Anônimo disse...

It's an amazing post in support of all the online people; they will get advantage from it I am sure.

Review my weblog :: free nude teenies videos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...