Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

quarta-feira, 15 de abril de 2015

O ranking definitivo dos vilões da Disney

Eles povoaram nossos pesadelos na infância. Eles exerceram fascínio em muitos espectadores (incluindo eu). Eles foram castigados pela maldade. Eles são os queridos e temidos vilões da Disney. Rankings de vilões existem aos montes por aí, mas este é definitivo: em vez de se basear no estilo do vilão, aqui o critério é o nível de maldade. Alguns vilões são mal-intencionados, porém atrapalhados demais para colocarem suas ideias malignas em prática. Outros são levados pela ambição de enriquecer ou ter um reino inteiro para chamar de seu. Mas há os verdadeiros algozes, que deram um passo extra na vilania e mataram um ou mais personagens. Antes que eu seja amaldiçoada por um desses vilões, vamos ao ranking:


27- Izma, “A Nova Onda do Imperador / The Emperor’s New Groove” (2000): Izma é a mais divertida e menos perigosa das vilãs da Disney. Graças a seu ajudante atrapalhado e de bom coração, Kronk, os planos de Izma nunca dão certo.

26- Madame Min, “A Espada era a Lei / The Sword and the Stone” (1963): Ela tem um olhar louco e ameaçador. É uma bruxa poderosa que quer derrotar o mago Merlin. Mas Madame Min é mais atrapalhada que perigosa.

25- Capitão Gancho, “Peter Pan” (1953): Também um vilão com um ajudante atrapalhado, o capitão tem como únicas funções incomodar os meninos perdidos, perseguir Peter Pan e... fugir de um crocodilo.

24- Príncipe John, “Robin Hood” (1973): Enriquecer e ficar com o trono da Inglaterra são os dois sonhos do príncipe John. Mas ele não contava que o esperto Robin Hood estaria em seu caminho, impedindo que os impostos fossem abusivos e resgatando a bela Maid Marian.

23- Si e An, “A Dama e o Vagabundo / Lady and the Tramp” (1955): Eles são apenas gatos sendo gatos, apesar do visual maquiavélico. Quem coloca a culpa em Lady e a põe para fora de casa é a tia Sara.

22- Stromboli, “Pinóquio / Pinocchio” (1940): Stromboli está na galeria dos personagens ambiciosos. Seu objetivo é enriquecer e ele vê uma oportunidade no boneco falante Pinóquio, que se torna a estrela do seu show de marionetes... até que Stromboli o prende em uma gaiola depois do show :(

21- Edgar o mordomo, “Os Aristogatas / Aristocats” (1970): Edgar é ambicioso, mas não malvado. Ele quer a herança de sua patroa, por isso decide fazer os herdeiros, quatro gatos simpáticos, desaparecerem. Mas Edgar não pensa em matá-los, apenas levá-los para bem longe para que eles não saibam como voltar.

20- Shere Khan e Kaa, Mogli / Mowgli (1967): A cobra Kaa, dublada por Sterling Holloway, não é muito útil. Talvez seja sua natureza boboca, talvez seja a falta de um par de braços. Mas o charmoso tigre Shere Khan, dublado por George Sanders, compensa nas más intenções com dentes e garras afiadas.

19- Rainha de Copas / Queen of Hearts, “Alice no País das Maravilhas / Alice in Wonderland” (1951): Ela é completamente maluca e acredita que todos os problemas podem ser resolvidos se algumas cabeças forem cortadas. Obcecada por seu jardim de rosas, a Rainha manda apenas em seu exército de cartas, mas grita o suficiente para assustar a pobre menina Alice.

18- Professor Ratigan, “The Great Mouse Detective” (1986): Ratigan tem dois trunfos: ser baseado no célebre personagem Professor Moriarty de Sherlock Holmes e ter um físico impressionante. Todas as crianças dos anos 80 e 90 fiaram muito, muito assustadas com ele.

17- Hades, “Hércules” (1997): Ele é o senhor do submundo! Ele se teletransporta! Ele espalha chamas azuis por onde passa! Ele tem senso de humor negro! Ele é dublado por James Woods! Hades quer governar o Monte Olimpo, e eu acredito que ele seria um governante bem mais divertido que Zeus. (Eu fiz um teste no site da Disney para saber qual vilão eu seria... Hades foi a resposta!)

16- Lady Tremaine, Anastasia, Drizella, e o gato Lúcifer, “Cinderela” (1950): Sozinhos eles não são grande coisa, mas juntos podem transformar a vida de Cinderela em um inferno. Condenadas pelos crimes de: trabalho escravo e tortura psicológica.

15- Cruella De Vil, “101 Dálmatas” (1961): Para ela a moda é mais importante que o bem-estar dos animais. Cruella queria “apenas” fazer um casaco de pele de dálmata, e usa seus dois capangas para sequestrar os cachorrinhos. Você já deve saber que Cruella é dublada pela inconfundíavel Betty Lou Gerson.

14- Mother Gothel, “Enrolados / Tangled” (2009): Ela raptou uma criança, a princesa Rapunzel, e a mantém presa em uma torre há muitos anos. Seu único objetivo é usar os poderes do cabelo da menina, mas isso não a impede de cantar “Sua Mãe Sabe Mais / Mother Knows Best”.

13- Madame Medusa, “Bernardo e Bianca / The Rescuers” (1977): A ruiva de olhar aterrorizante simplesmente mantém uma órfã cativa e é obcecada por um diamante gigantesco. Ah, e ela também tem dois crocodilos de estimação. Madame Medusa foi dublada por Geraldine Page.

12- Ursula, “A Pequena Sereia / The Little Mermaid” (1989): Ursula tem um visual sensacional, corpo de polvo e muita maquiagem. Ela tem apenas dois objetivos na vida: ter uma voz bonita como a de Ariel e governar os sete mares. Para isso, ela usa poções mágicas, muda de forma e conta com a ajuda de duas moreias. Em outras palavras: uma vilã incrível até debaixo d’água.

11- Lotso, “Toy Story 3” (2010): Com sua bengala e o jeito fofinho, ela parecia ser um bom personagem, mas na verdade é um urso de pelúcia corroído pela tristeza de ter sido abandonado por sua dona. E por isso ele quer destruir todos os brinquedos novos que chegam à creche. Mas mesmo na beira do incinerador ele continua fofinho.

10- Jafar, “Aladin / Aladdin” (1992): Para se tornar sultão, ele quer de qualquer jeito se casar com a bela Jasmine, filha do atual sultão, nem que para isso ele tenha de eliminar o bom ladrão Aladdin. Jafar ganha pontos por conseguir se transformar em uma cobra assustadora. Sabia que Jafar foi inspirado em Vincent Price?


9- Rainha Má, “Branca de Neve e os Sete Anões / Snow White and the Seven Dwarfs” (1937): o visual da rainha foi inspirado por atrizes dos anos 30, entre elas Joan Crawford. Linda em sua forma humana, ela é capaz de fazer feitiços, poções e se transformar em uma bruxa horrorosa. A Rainha Má é dublada pela atriz Lucille LaVerne, que trabalhou com Lillian Gish em 1920!

8- Malévola / Maleficent, “A Bela Adormecida / Sleeping Beauty” (1959): durante muito tempo ela foi apenas uma mulher invejosa que, por não ter sido convidada ao batizado da princesa, resolveu amaldiçoá-la. Mas eu sempre soube que Malévola era muito mais legal do que imaginávamos, e o filme de 2014 veio para provar isso. Sim, ela tem chifres, pele verde e um figurino de arrasar. Mas é uma vilã incrível. E incompreendida. Uma verdadeira diva.

7- João Bafo-de-Onça / Pete, vários curtas-metragens: Desde que surgiu em 1927, Pete tem uma missão: atrapalhar os planos de todos que encontra, desde Oswaldo, o Coelho Sortudo, até Mickey e companhia. Por sua persistente vilania, que dura quase 90 anos, ele merece um lugar na nossa lista.

6- Governador Ratcliffe, “Pocahontas” (1995): Você aprendeu na escola: os colonizadores vieram para roubar riquezas da América e dizimar os nativos. E são exatamente estas duas coisas que o Governador Ratcliffe pretende fazer.

5- Claude Frollo, “O Corcunda de Notre Dame / The Hunchbak of Notre Dame” (1998): Claude é notável por ser um personagem do romance de Victor Hugo. Na versão Disney, ele ganhou ares muito sombrios e uma atitude demasiado preconceituosa para com os ciganos e o próprio Corcunda. Suas piores ações são julgar as pessoas pela aparência e usar a religião e o bem-estar público para fazer o mal.

4- Gaston, “A Bela e a Fera / The Beauty and the Beast” (1991): Lindo por fora, podre por dentro: assim é Gaston, um homem que não pensa em ninguém além de si mesmo. Seu desejo era casar-se com Bela, a mais intelectual das heroínas da Disney, mas ao ver que ela preferiu a Fera, Gaston convenceu uma multidão irada a invadir o castelo e matar o monstro.

3- Barracuda, “Procurando Nemo / Finding Nemo” (2003): Marlin e sua esposa teriam centenas de pequenos peixes-palhaços, mas veio a Barracuda e ficou apenas um ovinho, a quem Marlin chamou de Nemo. A Barracuda merece a medalha de bronze por ter deixado órfão o peixe aleijado mais adorável dos sete mares.

2- Scar, “O Rei Leão / Lion King” (1994): Todo mundo ainda chora com a morte de Mufasa. Scar foi um dos poucos vilões da Disney que realmente matou um personagem principal, o pai do Simba. E, para completar, ele é dublado pelo inigualável Jeremy Irons.

1 – Homem, Bambi (1942): Confesse: você nunca se recuperou do trauma terrível que foi a morte da mãe do Bambi. É preciso ser uma criatura horrível e sem coração para deixar um filhote de veado órfão e indefeso. E a mãe de Bambi foi apenas uma das muitas vítimas do Homem.

This is my contribution to The Great Villain Blogathon, hosted by Ruth at Silver Screenings, Kristina at Speakeasy and Karen at Shadows and Satin. Mwahaha!

17 comentários:

Pedrita disse...

adoro. beijos, pedrita

FlickChick disse...

Awesome list - I have seen a lot of these and my only quibble would be placing Cruella a little higher - she kills puppies! But seriously, those Disney villains can keep you up at night, can't they? And I loved your top pick - can be the villain in most stories, no?

Silver Screenings disse...

This is an impressive collection of villains when you put them all together in one list. Disney sure knows how to create a good Bad Guy!

Le, thanks so much for your contribution to the blogathon. This list would have taken quite a bit of time to compile and organize, but the end result is amazing! I'll be tweeting about it later.

Terence Towles Canote disse...

A great list! I think my favourite Disney villain would be Maleficent, but then Sleeping Beauty is my favourite Disney film.

Cris Alves disse...

O que mais me encanta nos filmes da Disney é sempre os vilões,que são uma graça e não tem quase nada de mal.Amei o post Lê como sempre manda muito bem.
Beijos
cherrycriis.blogspot.com

Rich disse...

Clever choice for number one.

I always thought James Woods was the best thing about "Hercules." I woulda put him in the top ten.

Kristina Dijan disse...

This must have been hard work! I like your order, so many good choices; for me the women were always the scariest- Maleficent, Cruella, the Evil Queen... something about their beauty hiding evil.. Also with Disney so often having missing mothers, then you get these women in their place. Many thanks for taking part with this great post.

Leah Williams disse...

Loved this analysis. I think I'd put Cruella higher too, probably just because she creeped me out. Your number 1 is perfect.

Vintage Cameo disse...

Great list! Seeing them all together, I'm realizing how many of my style icons were Disney villainesses—Ursula, Maleficent, Cruella :) Nice work!

Judy disse...

A real labour of love here, Le! Got to admit I'm not really a Disney fan. I saw hardly any of them as a kid, which is probably why, but I did see the Jungle Book then, so I'd probably put Shere Khan top!

ramblingsofacinephile.com disse...

Nice one Le!
Good choice for the number one, I'm still traumatized too by Bambi's mum early demise.

girlsdofilm disse...

Great list (what a nostalgia trip!) and so many good choices here. Funny I never think of 'man' as a villain when I think of Disney movies but it's clearly up there! Personally I was always terrified of the Little Mermaid's Ursula - think i watched it at just the wrong age!

ANTONIO NAHUD disse...

Os meus favoritos: CRUELLA DE VIL, o tigre SHERE KHAN e a RAINHA MÁ.
Maravilhosos malvados.

Carol Caniato disse...

Adorei o post, Lê! Fiquei aqui pensando na minha infância e tentando lembrar os vilões que mais me aterrorizaram...
Sem dúvidas no meu caso foi a Rainha de A Branca de Neve. Ela era má mesmo, com cara de má e atitudes más hahahaha Os outros, tipo o Scar, por exemplo, tinham um quê de humor e também cantavam ao longo do filme. Acho que não me assustaram tanto os que seguem essa vibe.
:*

Virginie Pronovost disse...

Fantastic review! And a very nice subject! My favourite Disney Villain is definitely Edgar from The Aristocats! And I think the one I hate the most is, indeed, the man in Bambi. I also loved your paragraph on Cinderella!

Kat Farias disse...

Oi Lê!! Esses páreos são duros né? Acho que foi uma escolha tremendamente impactante elencar como primeiro lugar Homem. Scar me dava arrepios, Lotso me deixou muito mordida, e acho a Mother Gothel muito assustadora! Confesso que estou bem atrasada pois só fui assistir Mulan pela primeira vez ano passado! Amei, né? Mas tem várioooos que eu não assisti ainda ;~~ beijooos.

Os Filmes de Frederico Daniel disse...

Só no outro dia vi A Bela e o Monstro: 5*

Música, romance e drama são os ingredientes deste filme que deverei rever. Um filme com várias mensagens, no fundo é emocionante.
O personagem Gaston foi bastante bem construído, pois representava bem um homem machista e preconceituoso.

Cumprimentos, Frederico Daniel.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...