Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

sábado, 21 de julho de 2012

A pergunta que não quer calar: Cidadão Kane ou Casablanca?

É inevitável topar com listas dos melhores filmes já feitos ou mesmo ter uma vontade louca de fazer sua própria lista, por mais complicado que isso seja. Dois filmes feitos na década de 1940 são fortes candidatos ao título de “Melhor Filme de Todos os Tempos”, e cada um tem uma série de fatores a seu favor. Vamos analisá-los?
“Cidadão Kane / Citizen Kane” foi escrito, dirigido e estrelado pelo garoto-prodígio Orson Welles, descoberto após sua eletrizante narração de “A Guerra dos Mundos” no rádio em 1938. A RKO lhe deu carta branca para realizar um filme e assim ele fez a história de Charles Foster Kane, um magnata do mundo da comunicação. Sua maneira de contar a vida do personagem era até então inédita: começando pela morte dele, no momento em que ele pronuncia a enigmática palavra “Rosebud”, o filme faz vários flashbacks, acompanhando a trajetória de um repórter que, decidido a descobrir o significado da última palavra de Kane, entrevista várias pessoas que o conheceram.
“Casablanca” surgiu através de uma peça chamada Everybody Comes to Rick’s. Durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade marroquina do título é a única saída para Portugal, país neutro. Mas é necessário ter um passe e Rick, dono de um bar e decidido a não se envolver no conflito, pode arranjá-lo. Quem surge querendo dois passes são Victor Lazslo e a esposa Ilsa, uma mulher que abandonou Rick em Paris anos antes.
Kane permanece importante por alguns motivos, entre eles aquele que torna também “O Nascimento de uma Nação / The Birth of a Nation” (1915) essencial: a maneira como o filme revolucionou as técnicas cinematográficas. Se antes do épico de Griffith havia meramente um teatro filmado, antes de Welles havia uma narração convencional. Obviamente a maneira desconexa como a história é contada é o que chama mais a atenção dos leigos, mas basta observar com mais cuidado e veremos que Orson também inovou com alguns ângulos de filmagem e iluminação, da qual era também responsável. Adicione a isso a fotografia do sempre competente Gregg Toland e está feito um espetáculo visual!
Casablanca pode não ser tão inovador quanto Kane, mas é um dos filmes com maior número de sequências e frases memoráveis. Quem nunca ouviu “Nós sempre teremos Paris”, “De todas as bibocas em todo o munso ela entra na minha!” ou “Este é o começo de uma bela amizade” que atire a primeira pedra! Ah, e a famosa frase “Toque de novo, Sam. Toque As Time Goes By” nunca foi proferida neste clássico!
O elenco de Kane foi formado pelos atores oriundos do Mercury Theatre, entre eles Everett Sloane, Joseph Cotten e Agnes Moorehead. Foi indicado a oito Oscars e ganhou apenas um, de Melhor Roteiro para Orson Welles e Herman Manckiewicz. Casablanca teve um elenco de ouro, incluino as lendas Ingrid Bergman e Humphrey Bogart, além dos excelentes coadjuvantes Peter Lorre, Claude Rains, Paul Henreid e Conrad Veidt. Também foi indicado a oito Oscars, mas ganhou três: Melhor Filme, Diretor para Michael Curtiz e Roteiro. 
“Cidadão Kane” é surpreendente para quem cai de paraquedas numa sessão do filme. Para muitos, o filme é tão comentado que o grande mistério de Rosebud é descoberto por outros meios. Eu, por exemplo, descobri através de uma história do Tio Patinhas (oh!). E, assim como o pato mais rico do mundo e sua saga nos quadrinhos, a película retrata a rudeza do sonho americano e as reviravoltas do mundo entre o fim do século XIX e 1941. Foi em 1962, porém, que pela primeira vez olharam com carinho para Kane. A revista “Sight and Sound” fez sua segunda eleição do melhor filme da história e, desde esta data, há cinquenta anos, Kane permanece no topo da lista, refeita cinco vezes (na primeira eleição em 1952 o filme recebeu menção honrosa e o primeiro colocado foi “Ladrões de Bicicleta”).
“Casablanca” é daqueles filmes que assistimos diversas vezes sem cansar, porque é mais fácil gostar dele. Se muitos consideram Kane demasiado intelectual e até mesmo chato, não há quem resista a Casablanca, seu suspense, seu romance, o cinismo de Bogart, as frases marcantes e a música. Prova disso é o resultado da enquete: dos 41 votos, 60% preferiram Casablanca e os outros 16 votos foram para Kane.
Um brinde à preferência do público!
Ambos foram objetos de homenagens em programas de TV, outros filmes e até desenhos animados. A questão era qual o melhor entre os dois, pois todos sabemos que não existe um melhor filme de todos os tempos; isso depende do gosto de cada um, assim como o debate aqui esmiuçado. Porque o melhor filme de todos para você pode ser Kane, Casablanca, E o Vento Levou, O Mágico de Oz, Psicose, Nasce uma Estrela, O Artista ou até mesmo Plano 9 do Espaço Sideral.   

20 comentários:

O Narrador Subjectivo disse...

Entre os 2, provavelmente Citizen Kane :P

Gabriel França disse...

Infelizmente, ainda não vi nenhum dos dois para dar minha opinião :) Mas pretendo assisti-los imediatamente e voltarei aqui pra dizer qual achei melhor!

Devaneios disse...

Realmente é o que você falou. A questão do melhor filme acaba sendo discutida, muitas vezes, com base no gosto pessoal e ignorando a "qualidade" ou outro atributo que os críticos utilizam para avaliar um filme.
Casablanca cai mais no gosto popular, por isso é até mais conhecido do grande público que Cidadão Kane.

Jefferson C. Vendrame disse...

Olá Lê, Desculpe pelo sumiço, mesmo em férias estou cheio de trabalhos na universidade... ando sem tempo de postar e visitar vocês, mas arrumei um tempinho e cá estou.
Ótimo Post por sinal aqui encontrei,
Entre os dois filmes em destaque, segundo minha opinião CASABLANCA deve ocupar esse topo na lista dos melhores de todos os tempos, além de superior ele é muito mais famoso e aclamado por todos os públicos, tem gente que nem entende de cinema antigo mas pelo menos uma vez na vida já ouviu falar na obra prima de Curtiz.
Parabéns pelo texto, mais uma vez você nos trazendo ótimas informações. Grande Abraço

Camila Faria disse...

Gosto muito dos dois filmes, mas tenho um carinho especial pelo Cidadão Kane. Talvez por ser jornalista. Mas, certamente, os dois entrariam na minha lista de melhores filmes de todos os tempos.

http://naomemandeflores.com

renatocinema disse...

Como Camila Faria aprecio muito os dois.......porém, meu estilo é mais o de Casablanca. Apesar disso não nego a força e a relevância de Cidadão Kane.

Rafaela disse...

Não vou poder votar pq ainda não assisti Kane - que vergonha, rs.
Mas Casablanca é incrível, adoro.

Um excelente início de semana!
Estou chegando por aqui só agora, por que minhas obras aqui em casa continuam...
Bjus

Rafaelando

Iza disse...

Ui que disputa hein. Acho que vou ficar de fora, pois ainda não tive a oportunidade de assisti-los. Sinceramente, simpatizo muito com o Cidadão Kane, mas Casablanca é um baita clássico também.... Beijos <3

efeblogdoefe disse...

Olá , Le!

Obrigado por visitar meu bloguinho , onde também falei sobre Casablanca , e seus supostos furos no roteiro ..


adorei seu post , CASABLANCA é o melhor , sem dúvida , está no coração , KANE é puramente cerebral;;

Beijos , e volte lá sempre , estou favoritando seu blog!

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo seu blog!
se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

Fimc14 disse...

Dois filmes muito bons, mas Cidadão Kane é sempre eleito o melhor de sempre.
Obrigada por teres visitado e comentado o meu blog. Também gostei muito do teu.

Nathalia Ruggiero disse...

Eu não cheguei a assistir Casablanca, mas cidadão kane é muito legal.
Eu faço jornalismo então não tinha nem como não gostar né?
Adoro seus posts

Maxwell Soares disse...

Olá, Lê. Dificil escolha, hein. Gosto dos dois, mas tenho uma simpatia maior por Casablanca. Um abraço...

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

CIDADÃO KANE inovou e provocou, mas CASABLANCA é pura emoção.

O Falcão Maltês

Rubi disse...

Ambos os filmes são ótimos e contam com um elenco grandioso. No entanto, ainda prefiro Casablanca. Como o Antonio disse no comentário acima, Cidadão Kane inovou e provocou, mas Casablanca é pura emoção. Dois grandes clássicos do cinema.

RedApple Pin-ups disse...

Adoro os 2 filmes! Tenho uma queda por Casablanca...

Bjos
Amanda Fernandes
www.redapplepinups.com

Danielle Carvalho disse...

Menina, como eu te disse, concordo contigo sobre a dificuldade de tirar um melhor desses dois.
"Cidadão Kane" não desonra de jeito nenhum o topo da lista de melhores, porque foi uma criação sensacional para seu tempo. Por tudo que representou: um diretor tão jovem escolhendo aqueles ângulos inusitados, perfeitos para a história que ele desejava contar; a agudeza da crítica política/social; a concepção cinematográfica super sólida.
Agora, "Casablanca" podia ocupar também esse lugar pelo que representou no seu tempo e pelo que continua a representar hoje. Mesmo que Kane esteja na boca dos cinéfilos, como você observou pela enquete a maioria prefere mesmo a história de amor atemporal retratada na maravilha de Curtiz. Eu, inclusive...

Bjão

J. BRUNO disse...

Em questão de relevância como obra de arte e inovação eu fico com 'Cidadão Kane', sem dúvidas... Mas tenho que reconhecer que 'Casablanca' é um filme que cativa e emociona muito mais que o longa de Orson Welles... Me vejo diante de um dilema, mas acabo ficando com o primeiro, 'Cidadão Kane' teria feito mais falta para o cinema como um todo se não tivesse existido...

Isabela Abreu disse...

Eu amo ambos, mas acho que Casablanca tem um "que" que agrada à todos. O romance, o contexto, talvez por isso eu escolheria ele. Me lembra muito "E o Vento Levou" porque acaba sendo "popular" como a "Devaneios" falou. Mas são grandes filmes, vejam ambos!

Anônimo disse...

I think this is among the most significant information for me.
And i'm glad reading your article. But wanna remark on some general things, The site style is ideal, the articles is really excellent : D. Good job, cheers

Feel free to surf to my webpage: location voiture longue duree Maroc

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...