Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Eles e Elas / Guys and Dolls (1955)

Com mil dólares, Nathan Detroit (Frank Sinatra) pode resolver todos os seus problemas, que envolvem dívidas, jogos ilegais e um noivado que já dura 14 anos. Ele vê sua grande oportunidade de conseguir o dinheiro na figura de Sky Masterson (Marlon Brando), um homem que adora fazer apostas. Maliciosamente, Nathan induz Sam a uma nova aposta: se Sky conseguir levar a missionária Sarah (Jean Simmons) para um jantar em Havana, Nathan lhe dará mil dólares. Caso contrário, Sky deverá mil dólares a Nathan.
Nathan acredita que Sky tem uma missão impossível pela frente, e portanto a aposta já está ganha. Mas Sky não desistirá com facilidade, apesar de Sarah se mostrar pouco interessada. É a possibilidade de salvar a “alma alcoólatra” de Sky que atrai Sarah: para ela Sky representa apenas negócios missionários. Para Sky, Sarah representa apenas mais uma aposta. Mas por quanto tempo eles se verão desta forma?
O nome de Sinatra é apenas o terceiro a aparecer nos créditos, depois de Brando e Simmons. Frank queria o papel principal, de Sky Masterson, e ficou muito chateado com a escolha de Marlon Brando, com quem nunca se deu bem durante as gravações. Contra a popularidade não se podia lutar: Sinatra era uma estrela mas Brando era uma super-estrela. O auge de Sinatra parecia já ter acabado, apesar de seu ressurgimento com “A Um Passo da Eternidade / From Here com Eternity”(1953), que lhe rendeu um Oscar.
Amigos?
O papel de Sky era para ser de Gene Kelly, mas a MGM não aceitou “emprestar” o ator-cantor-dançarino para o produtor Samuel Goldwyn. Outros atores considerados para interpretar Sky foram Kirk Douglas, Robert Mitchum, Burt Lancaster, Bing Crosby e Clark Gable (que queria muito o papel, caso a Paramount comprasse os direitos da peça, o que não aconteceu). Robert Alda originou o papel na Broadway, e ganhou um Tony por sua performance.
Para a noiva de Nathan, Adelaide, o diretor Joseph L. Mankiewicz vetou Marilyn Monroe. Goldwyn recusou Betty Grable. Judy Holiday foi cogitada, mas a ideia foi abandonada. A solução foi voltar às origens e chamar a atriz que interpretava Adelaide nos palcos, Vivian Blaine. O papel da missionária Sarah foi recusado por Grace Kelly e Deborah Kerr, e Jean Simmons foi a escolhida.
As canções não favorecem a voz de Sinatra. Perfeito para as big bands, o cantor de olhos azuis tem músicas pouco memoráveis no filme (a melhor delas é “The Oldest Established Permanent Floating Crap Game in New York”). Enquanto isso, somos obrigados a ouvir Marlon Brando cantando “Luck Be a Lady" (porque é ele mesmo cantando, sem dublagem), canção que se tornou icônica ao ser regravada por... Frank Sinatra. Compare as duas versões:

“Guys and Dolls” teve sua origem na Broadway, e infelizmente não se adaptou bem ao cinema. A própria sequência de dança inicial funcionaria apenas no palco, e fica esquisita na tela, até por ser coreografada pelo teatral Michael Kidd. A duração do filme também o compromete: duas horas e meia de projeção, com uma história muito simples e previsível a ser contada.
“Guys and Dolls” lembra muito outro musical longo sobre religião e ilegalidade protagonizado por Frank Sinatra: “Robin Hood de Chicago / Robin and the Seven Hoods” (1964) que, apesar de menos conhecido, é bem melhor que “Guys and Dolls”. Agora no papel principal, Frank interpreta Robbo, um gângster envolvido em várias atividades ilegais, incluindo o jogo de dados e a venda de bebidas alcoólicas. Em uma cena divertidíssima, Robbo e sua gangue transformam o cassino/bar em um local de pregação e oração para despistar os policiais, e Bing Crosby canta em seu testemunho sobre os perigos do “Mr Booze”. Sim, Bing Crosby, porque o Rat Pack todo está no filme: Peter Lawford, Sammy Davis Jr e Dean Martin (que, entre nós, seria um Sky Masterson bem mais convincente que Brando).
Bem melhor
“Guys and Dolls” não chega a ser um filme ruim. É leve, despretensioso, descompromissado, como um sonho. Deve funcionar melhor na tela grande, e melhor ainda nos palcos. Veja “Guys and Dolls” sem esperar muito. E depois corra e aprecie “Robin and the 7 Hoods”.

This is my contribution to the Sinatra Centennial Blogathon, hosted by Movie Classics and The Vintage Cameo.

14 comentários:

Judy disse...

Must admit I absolutely love Guys and Dolls - it is my all-time favourite musical, which I've seen on stage many times, and this is one of my favourite movies too, so for me it's a million times better than Robin and the Seven Hoods! But enjoyed your posting a lot, Le, and you make a good point about how much better Sinatra's singing is than Brando's, even though I do somehow like Brando's singing too. :) Thanks so much for taking part in the blogathon!

serendipitousanachronisms disse...

Oh, I am extremely partial to this musical. It is my favorite Sinatra musical, I have not seen Robin and the Seven Hoods it's been on my list forever!

Great post!

Ciao!

Summer

Pedrita disse...

esse eu devo ter visto. beijos, pedrita

Silver Screenings disse...

I've only seen this film once, many years ago, and was lukewarm about it. I think I need to give it another shot, though, after reading your review.

I'm glad you posted the two versions of "Luck be a Lady", by Marlon Brando and then the Frank Sinatra version. I think Marlon did a fairly good job of singing, considering it's not his fotré, but Sinatra's version is, of course, fabulous.

Caftan Woman disse...

I love the show "Guys and Dolls", having worn out the Original Broadway Cast album and seen many theatrical productions. The film, despite getting to see the original Adelaide, is very disappointing. Frank should have been Skye Masterson. He was born to sing "My Time of Day". Ah, what could have been!

The Lady Eve disse...

The film version of "Guys and Dolls" strikes me as a sort of 1950s curiosity. Brando, the great star of the decade, was not made for musicals and though he is likable as Skye Masterson, his singing voice just isn't good enough. End of story. At this point Sinatra was still playing a lot of "sidekick" parts. He would've been best as Skye Masterson a few years later, when his onscreen persona had jelled. All that aside, no one can sing "Luck Be a Lady" like Ol' Blue Eyes.

vienna disse...

I love the musical, both on stage and on film. Great Frank Loesser score. I think it was beautifully filmed, and I loved Vivian Blaine from the original Broadway production playing Adelaide.
If only they had dubbed Brando ( and I am generally against dubbing)! But he was very good as Sky.

Nilton Silveira disse...

BOa tarde...
Blog cada dia melhor...
Fiquei um tempo sem passar por aqui mas estou de volta.
Essa semana assisti O Poderoso Chefão... São filmes ótimos.
Tudo de bom!!
Feliz Natal!!
Abs
Post novo em penseoamanha.blogspot.com

Rich disse...

The only thing I can't say I like much about G&D is Brando's talk-singing. I agree, Frank shoulda been Sky instead. Will add ROBIN AND THE SEVEN HOODS to the list.

Phyl disse...

I've seen this as a play, which I really enjoyed, but I have yet to see the movie. Great post!

Jefferson C. Vendrame disse...

Nunca assisti esse filme, mas não sei porque, sempre imaginei que ele fosse 'mediano". São poucos os musicais que me despertam a atenção, prefiro Brando nos dramas... Ótima postagem, como sempre Lê! Parabéns!
Feliz Natal pra você!
Grande Abraço!

Ruby disse...

Oi! Eu acredito que devia ser difícil lidar com Marlon Brando, lindo, mega star. Sempre lembro de quão rude ele era em A streetcar named desire, sim, porque uma Rua chamada pecado é demais esse título em português, mas amei pela Simmons e o Sinatra estarem no elenco. Sempre bom rever os clássicos que gostamos.

Michaela disse...

Hey Le, I wanted to let you know that I've nominated you for a Liebster Award! You can check out the info here:
http://loveletterstooldhollywood.blogspot.com/2015/12/my-third-liebster.html

Congratulations, and keep up the good work!

Carol Katy disse...

Essas histórias de bastidores sempre me intrigam e me deixam com mais vontade de ver o filme x)
Primeira vez que venho aqui e adorei, seu blog pra mim foi um achado! Tava mesmo querendo assistir uns clássicos. Vou ler as outras resenhas :)

Meu brógui <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...