Tradutor / Translator / Traductor / Übersetzer / Traduttore / Traducteur / 翻訳者 / переводчик

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Pele de Asno (1970): um conto de fadas musicado

O título pode não parecer muito atraente, mas este filme é um belo e surpreendente trabalho, pioneiro em sua concepção, produzido em meio à moda da “Nouvelle Vague” e estrelada por uma das mais famosas atrizes francesas, Catherine Deneuve, que mais uma vez solta a voz e encanta o público.
Num reino distante vivia um rei (Jean Marais) que não tinha do que reclamar. Quando sua esposa morre, ela o faz prometer que ele só se casará novamente se encontrar uma mulher mais bonita que ela. O problema é que esta mulher está bem próxima: é a própria filha do rei! Para escapar do desejo incestuoso do pai, a princesa contará com a ajuda da fada madrinha e precisará fugir e se passar por pobre camponesa.
A história é uma adaptação do conto de fadas homônimo, que encantou o diretor Jacques Demy em sua infância. Catherine foi escolhida para viver a princesa, protagonista que passará por um aprendizado, e ainda deverá cantar, o que já havia mostrado que sabia fazer bem em ”Os Guarda-Chuvas do Amor”, filmado seis anos antes e também dirigido por Demy (ele e Catherine trabalharam juntos em quatro filmes).
O enredo vem de um conto de fadas escrito no século XVII por Charles Perrault, que hoje pode estar esquecido, mas que foi responsável por criar histórias inesquecíveis como Cinderela. Há uma interessante repetição aqui, pois o príncipe procura entre as mulheres aquela em que sirva um anel bem pequeno, pertencente à princesa. Em Cinderela, o anel é trocado por um sapatinho de cristal. Em “Pele de Asno”, tal situação dá origem ao número musical mais engraçado de todos, que mostra o que as moças foram capazes de fazer para afinar o dedo anular, a fim de caber o anel.
Muito do clima de contos de fadas vem da bela fotografia a cores, contando ainda com belos figurinos medievais e até cavalos coloridos que me lembraram de “O Mágico de Oz”.  O filme também é carregado de momentos de comédia, trazidos em especial pela fada madrinha (Delphine Seyrig) que, além de ter um momento de glória cantando uma música, também diverte ao propor à princesa que ela exija presentes absurdos ao pai.
Os contos de fadas são histórias do folclore de vários países e que se espalharam pelo mundo graças à imprensa e ao cinema. Assim como nas fábulas há uma “moral da história”, nos contos há também muitos ensinamentos para as crianças, embora estes estejam mais velados dentro da história. Por exemplo, em “Pele de Asno” temos o tratamento do incesto por parte do rei e o preconceito que a princesa sofre enquanto está vestida com a pele do animal. Assuntos importantes para pessoas de qualquer idade, diga-se de passagem.
Veículo de aprendizado, escapismo, diversão despretensiosa ou obtenção de conhecimento, este peculiar filme francês capta com perfeição um mundo de imaginação nostálgica e simpática; um mundo de onde os adultos desejam nunca terem saído.

16 comentários:

Rubi disse...

Lê!
Vou ser sincera, ainda não conhecia este filme. Mas pelo fato de estar em seu blog, deve ser bom. Será que encontro com facilidade? Fiquei super curiosa.

mEu munDinHo LoUcO disse...

Olá, lindinha:

Tem um selinho para você lá no meu cantinho....espero que goste.

Um beijo grande, Elaine Lucas

@MAKEPOPULAR disse...

ja estou seguindo pode conferir...
me ajuda e me segue tb...
e participa do nosso mega sorteio
30 esmaltes + 1 kit para unhas

www.makepopular.blogspot.com

Beatriz Alencar disse...

Oi Lê! Valeu pela visita no Cantinho Disney, o seu blog é ótimo, com certeza vou aparecer aqui mas vezes, espero que volte a visitar meu blog também! Bjoos

Sarah Alcântara disse...

Contos de fadas são tão fofos *-*

--------------------------------------------

Seguindo o Blog, segue de volta?!

Abraço,

http://garotas100teen.blogspot.com
http://twitter.com/Garotas100Teen
http://youtube.com/Garotas100Teen

Maxi Gutho disse...

O QUE MAIS ME INTRIGOU NESTE BLOG, FOI SOBRE A AUTORA...COM APENAS 18 ANOS É FÃ DE ATRIZES DO CINEMA CLÁSSICO. MULHERES REVBOLUCIONARIAS DE UMA DECADA DA QUAL ESSA AUTORA NEM SE QUER IMAGINAVA NASCER..PORTANTO; COM UM GOSTO UNICO E SINGULAR.. PARA O PUBLICO DE SUA IDADE ..O QUE EU PARTICULARMENTE ADIMIRO DE MAIS... OUS EJA: UMA PESSOA QUE TEM PENSAMENTOS DIFERENTES DA GRANDE MASSA SEGUIDORA DE MODISMO..APESAR QUE O MODISMO BEM FEITO ATÉ QUE É DIGNO DE PARABÉNS.. ASIM, COMO ESSE BLOG E ESSA AUTORA.. LETICIA.. MEUS PARABÉNS AMIGA...

Mario disse...

Suena bien éste filme de que es un cuento de Perrault y con la bella Deneuve, Demy me intriga con su paraguas de Cherburg que fue palma de oro. Espero verlo y quizás la que mencionas, que aunque es un cuento infantil me parece atractivo, puede ser mucho más audaz de lo que se puede creer como la mención del incesto. Había una serie de tv que se llamaba el narrador de cuentos y me encantaba, eran leyendas y cuentos folclóricos bastante raros. Besos.

Blog Uma ou Outra disse...

Que imagens mais lindas, adorei =)

Blog Uma ou Outra| Twitter | FanPage

Danielle Carvalho disse...

Lê, só conhecia esse filme de orelhada (os trajes dele, mais posters, estão lá na cinemateca Francesa), mas sua resenha me deixou bastante curiosa. Vou botar o torrent pra funcionar agora mesmo!

Bjinhos e muito obrigada mesmo por se lembrar de mim, atribuindo-me o selo!
Dani

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Oi Lê, Como vai?
Não Conhecia esse filme, parece ser interessante e apesar de eu não gostar de musicais (ainda mais dos anos 70) seu texto despertou o interesse...

Quanto ao selo que me pediu para colar em minha página, não consegui... :( o que será que eu não fiz? kkkk

Abração

Samy Campos disse...

Assisti esse filme duas vezes quando estava passando na tv. Lindo

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Lê, desconsidere meu comentário anterior sobre o selo... fiz umas gambiarras aqui e consegui... aheaueuauea

agora com tempo vou repassar ele por ai, abração t+

Maxx disse...

Lê,

muito obrigado pela indicação e já estou "selado" rsrs. Amanhã sai o post com os cinco que indiquei.

Grande abraço.

Maxx.
Telecinebrasil.

Iza disse...

Oi querida!! Vá lá no meu blog tem um selinho pra você. Adorei o post, ainda não assisti esse filme, mas vou procurar.
Beijos!

http://vintageiz.blogspot.com

CARLA WOLF disse...

Não conhecia esse filme,mas os vestidos apresentados da época devem ser incríveis!
wolftheideia.blogspot.com

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Lê, tenho esse filme na minha coleção, mas nunca o assisti. Vou fazê-lo imediatamente.

O Falcão Maltês

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...